Jac Motors Brasil
Agradecemos sua visista.
Assim como o carro é novidade no Brasil nosso forum também é!
Cadastre-se e seja um dos primeiros a participar e ter informações sobre está nova marca de veiculo no Brasil.
Compartilhe experiencias com outros proprietários de JAC.
Realizando seu cadastro você terá acesso a outras areas do fórum!
Curta JAC Club
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Os membros mais ativos da semana
Isaias Gonçalves
 
Wilson Brito
 
pangadaywalker
 
alrimar
 

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Acessos no momento...

DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por marco_rio5 em Ter Ago 28, 2012 10:55 am

Boa Tarde Amigos, desculpe pela minha falta de conhecimentro, mas vocês poderiam me esclarecer essa diferença. Torque X Potência. As vezes na estrada estou acima de 4500 RPM. com meu J5. Isso prejudica o motor do carro. Já cheguei perto de 5000 RPM. Desde já agradeço pela ajuda e orientação dos amigos.

marco_rio5
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 446
Data de inscrição : 14/08/2012
Idade : 37
Localização : RIO DE JANEIRO

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por Endil Melo em Ter Ago 28, 2012 2:38 pm

No manual do proprietário tem bem explicado sobre essa sua dúvida, mas se seu J5 ainda está nas primeiras viagens, vale a recomendação do fabricante de não ultrapassar de 3.000 giros e assim todas as peças internas do conjunto motor se auto ajustam sem forçar e sem superaquecer. Vá na boa que você tem muito que curtir seu carro novo. Vai ver que depois ele vai ficar bem mais soltinho e respondendo muito melhor. Abraços e lei o manual de seu carro.
avatar
Endil Melo
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 2802
Data de inscrição : 16/12/2011
Localização : Sorocaba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por ricardo groetaers em Sex Jan 04, 2013 10:31 am

Torque:
É o "momento da força" ou a capacidade de uma força provocar torção ou rotação.

Ex: apertar uma porca

O "aperto" depende, não só da força aplicada mas tambem da distância a porca (comprimento do cabo da chave) onde a força é aplicada. Se quisermos "arrochar" uma porca (ou desapertar uma porca muito "arrochada") ou aplicamos uma força maior ou aumentamos o comprimento do cabo da chave.

Uma criança sentada na ponta de uma gangorra pode equilibrar um adulto sentado do lado oposto, porem sentado no meio do respectivo braço da gangorra e não na extremidade.

Nessa condição, dizemos que o torque provocado pelo peso da criança tem valor numérico igual ao torque provocado pelo peso do adulto, mas tem sentidos opostos, é claro.

A distância do ponto de aplicação da força (local onde a criança ou adulto está sentado) ao centro de rotação (eixo em torno do qual a gangorra gira) é vulgarmente chamado de "braço de alavanca".

O torque (T) , neste caso simples é dado por:

T= R x F

onde R é a distancia do ponto de aplicação da força ao centro de rotação (eixo da porca ou da gangorra) e F é a força aplicada (peso da criança ou do adulto ou a força que o homem aplica na chave para apertar a porca).

Forças pequenas (peso da criança por ex.) podem provocar grandes torques se seu respectivo "braço de alavanca" for grande. Da mesma forma forças grandes podem gerar pequenos torques se seu "braço de alavanca" for pequeno. Experimente fechar uma porta empurrando-a com a mão bem próximo ao eixo das dobradiças, parece que a força que se faz não tem efeito, a porta se move com muita dificuldade.

Repare que se o "braço de alavanca" (R) for nulo (zero) a força por maior que seja não provocará torque.

R normalmente é medido em metros e F em Quilogramas força (Kgf) ou Newtons (N). 1 Kgf vale 9,81 N ou aproximadamente 10 N, logo 1N vale 101,9 gramas ou aproximadamente 100 g.

O torque normalmente é expresso por m.kgf (metro por quilograma força) ou m.N (metros por newton). Tambem é comum falar-se Kgf.m (quilogramas força metro) ou N.m (newton metro).


Potência (de forma bem simplificada para não complicar):
É a rapidez ou a velocidade com que uma força (ou um torque) ou no caso um motor pode realizar trabalho.

Subir uma ladeira em 3 minutos é bem diferente de fazê-lo em 1 minuto. Quando se realiza um trabalho em menos tempo é porque desenvolvemos maior potência.

Para realizar um trabalho (subir uma ladeira por ex.) é preciso fazer força e desenvolver alguma velocidade. Carro fazendo força sem andar não sobe nada e não realiza nenhum trabalho. Carro partindo do repouso e subindo ladeira sem fazer força (motor desligado) é milagre.

A grosso modo a potencia (P) pode ser expressa:
P = F x V ; onde F é a força e V a velocidade

multiplicando ambos os membros por R (braço de alavanca) temos:
P x R = F x R x V ou P x R = T x V ; onde T é o torque

ou P = T x V/R ; se o ângulo for medido em radianos, V/R = W
ou P = T x W ; onde W é a velocidade angular ou a "rotação do motor"

A potência pode ser expressa pelo produto do torque pela rotação do motor, nas unidades adequadas, é claro.


No J5 temos (fonte site da Jac Brasil)
- potência máxima 125 Cv a 6.000 rpm (+- 92 Kw)
- torque máximo 152 Nm a 4.000 rpm (+- 15,2 Kgfm)
- peso em ordem de marcha = 1.315 Kg

Logo teremos:

Potência na rotação de torque máximo (4.000 rpm):
lembrando que 1 Kw é +- 1,36 Cv ; teremos:
152 x 4.000 x 2 x Π / (60 x 1.000) = 63,67 Kw ou 86,5 Cv

Torque na rotação de potência máxima (6.000 rpm)
(125 / 1,36) x 1.000 = T x 6.000 x 2 x Π / 60
T = (125 / 1,36) x 1.000 x 60 / (6.000 x 2 x Π)
T = 146,3 Nm ou +- 14,6 Kgfm

Embora não tenhamos as curvas de potência e torque completas desse motor nem vamos alugar horas de dinamômetro para determina-las experimentalmente (somos usuários e não preparadores) esses resultados são interessantes.

Na rotação de torque máximo (4.000 rpm) temos uma potência em torno de 86 a 87 Cv, o que dá uma relação de 15 Kg para cada cavalo e um cavalo tira isso "de letra".

A faixa de giro onde se obtem maior economia de combustível, normalmente está entre as faixas de torque e potência máximos.

Na rotação de potência maxima (6.000 rpm) temos um ganho de cerca de 38 a 39 cavalos, ou seja, um aumento de potência na ordem de 44 a 45 %, com uma perda de torque na ordem de de 600 gfm (GRAMAS FORÇA metro).

Ou seja, uma insignificante diminuição de 4% no torque para um brutal ganho na potência (44 a 45 %).

Esse motor é "girador", gosta de trabalhar em rotações um tanto elevadas. Mas como tem um comando variavel de válvulas (vvt) provavelmente não "chia" (reclama) ao trabalhar em médias rotações desde que não se fique "arrastando" o motor.
avatar
ricardo groetaers
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 399
Data de inscrição : 23/09/2012
Idade : 61
Localização : Rio de Janeiro-RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por emanwen em Sex Jan 04, 2013 11:46 am

não hpa nenhum problema em manter o motor trabalhando em 5000 giros. O motor foi feito para ser usado em toda a sua faixa de giros. Tem gente que acha que esticar a marcha faz "mal" ao carro. Isso não existe!
avatar
emanwen
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 820
Data de inscrição : 06/03/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por sidney fontes em Sex Jan 04, 2013 2:57 pm

ISSO QUE É ENGENHARIA MECANICA PARABENS.
avatar
sidney fontes
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 397
Data de inscrição : 23/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por Giovanni Pires em Sab Jun 01, 2013 11:39 am

Os carros da Jac tem corte de alimentação programada, de forma que você
pode esgoelar sempre que precisar pois antes de ocorrer a flutuação de
válvulas, ele já cortou sua aceleração e limitou o giro do motor.

Ou seja, pé na tábua !!!! A central eletrônica protegerá o motor de avarias.


Um adendo sobre economia:

Quando seu motor está com o giro situado entre o de torque máximo e de potência máxima, se obtem uma economia de combustível referênte á força e potência proporcionalmente adquiridos e utilizados naquele instante. O que não quer dizer que terá uma economia de combustível ao final do percurso se mantiver essa condição constantemente. Para se ter uma economia de combustível, é necessário utilizar menos giro, menos potência, menos injeção de combustível e menor produção de calor, de forma que sempre que você quiser economizar algo, utilize o menos possível sua potência máxima, ou estará apenas privilegiando o melhor desempenho que nada mais é do que aproveitar melhor o combustivel gasto, ao envés de se poupar combustivel.

EX: um modelo de carro à 2000 rpm, desenvolve constantemente 50 hp e faz 12 km/l, se percorrer 100 km, você gastará 8,33 litros de combustível
2- esse mesmo carro à 4000 rpm, desenvolve constantemente 200hp e faz 6 km/l, se percorrer 100 km, você gastará 16,66 litros de combustível

Então observando o exemplo, embora na rotação de 4000 rpm vc obtenha 4 vezes mais potência específica, você terá gasto o dobro de combustivel do que se tivesse feito o percursso a 2000 rpm. Então para economia absoluta seria melhor ter feito o percurso à 2000 rpm.


Para facilitar, mais vale manter uma inércia do que lutar contra ela, ou seja acelere moderadamente e progressivamente, procurando trocar as marchas visando a manutenção de uma certa velocidade estipulada de preferência usando como limite de rotações a de maior torque, não ultrapassando essa rotação e nem compensando na aceleração uma troca precipitada de marcha. O quanto você estava acelerando em uma marcha deve ser igual à proxima marcha, ou gerará consumo maior, mesmo com giro menor.

Resumindo, aproveite bem o imbalo pois quando se acelera ou se freia, você está gastando além do necessário. kkkk ( ki neurose)

Abraços.
avatar
Giovanni Pires
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 571
Data de inscrição : 09/07/2011
Idade : 39
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por ViniciusDOHC em Seg Jun 17, 2013 9:20 pm

Resumidamente, o torque é a força do motor, é ele quem te ajuda numa arrancada, já a potência, é que te ajudar a ganhar velocidade final. Vale ressaltar que, a junção do Torque e Potência é que resulta o chamado desempenho, por isso sempre devem caminhar juntas. Nos motores de 16v, o torque em sua grande maioria chegam a partir de 4000 RPM, isso explica porque se sente que o motor 16v é fraco em baixos giros e é aí que entra o VVT ou Variable Valve Timing ou Variação no Tempo de Abertura de Válvulas. Fugindo um pouco do assunto, é o VVT o responsável por amenizar a falta de força, com a varição no tempo de abertura é possível retardar e quase que extinguir a anemia em baixos giros. Vale lembra que o trem de força do J5 é alta potência específica, cerca de 85cv/l e isso é bom!
avatar
ViniciusDOHC
Matriculado na Auto-Escola...
Matriculado na Auto-Escola...

Mensagens : 100
Data de inscrição : 16/06/2013
Idade : 24
Localização : Camaçari - BA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por Endil Melo em Ter Jun 18, 2013 9:13 am

E pra quem ainda não entendeu a diferença pode passar na css e fazer um teste driver com o J3 normal e depois andar no mesmo trecho com um J3 Sport e sentir no pé , que o carro ganhou MUITO mais folego com o motor o J 5 nele. Ficou outro carro.
avatar
Endil Melo
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 2802
Data de inscrição : 16/12/2011
Localização : Sorocaba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIFERENÇA TORQUE MÁXIMO X POTÊNCIA MÁXIMA J5

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum