Jac Motors Brasil
Agradecemos sua visista.
Assim como o carro é novidade no Brasil nosso forum também é!
Cadastre-se e seja um dos primeiros a participar e ter informações sobre está nova marca de veiculo no Brasil.
Compartilhe experiencias com outros proprietários de JAC.
Realizando seu cadastro você terá acesso a outras areas do fórum!
Curta JAC Club
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Os membros mais ativos da semana
Tiago.Walker
 

Últimos assuntos
» Vale a compra?
Ontem à(s) 11:38 am por Tiago.Walker

» JAC T5 - Para os Donos
Ter Set 19, 2017 10:19 am por pangadaywalker

» Minha experiência...
Seg Set 18, 2017 2:52 pm por miojobob

» Piloto automatico
Sab Ago 26, 2017 8:27 pm por Julio Cezar Fidelis

» J3 - Ar quente funcionando direto
Sab Ago 26, 2017 10:10 am por JLG

» ROLAMENTO COMPRESSOR AR CONDICIONADO CANTANDO
Seg Ago 21, 2017 11:55 pm por pedro_bonafe

» Luz do airbag
Qui Ago 17, 2017 12:22 pm por pangadaywalker

» Sonda Lambda (sensor O2)
Qua Ago 16, 2017 11:23 pm por carlos otavio

» Problema Ar Condicionado
Qua Ago 16, 2017 10:14 am por agm2112

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Acessos no momento...

A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por Endil Melo em Seg Out 28, 2013 5:37 am

Senhores, em primeiro lugar preciso compartilhar com vocês minha promoção: de agora em diante não sou apenas mais um blogueiro do AUTOentusiastas. O Bob me promoveu a “Especialista em JAC”. Não sei bem se é realmente uma promoção ou vingança, já que (lá veio o trocadalho...) fui chefe do Bob um bom tempo. Agora que é meu chefe aqui no AE, o Bob me agracia com este título honorífico. O pior, gostei.
Carro diferente é minha praia. E os chineses são diferentes, pelo menos por enquanto. A JAC, considerada a melhor chinesa que atua no Brasil, também é a mais esforçada. Tanto que já fez um “face and ass lift” no monovolume J6, pouco mais de dois anos dele ter entrado em cena. Apesar de não ser o ator principal da JAC — titulo ostentado pela dupla J3, hatchback e J3 Turin, sedã — o J6 também começou com boas perspectivas de mercado. Mas, a JAC até exagerou um pouco na entrada no Brasil, fazendo grande alarde, sempre calçada no argumento “preço”. Com isso, muito arautos do apocalipse começaram a bradar contra a “invasão chinesa”, que mal representou 2% ou 3% de mercado, e o governo fez o que sabe melhor: tacou mais 30 pontos porcentuais de IPI nos importados que não do México, Argentina incluída, além de ter sido "ajudado" pela valorização dólar em 30%. Isso, se não quebrou, pelo menos machucou as pernas da JAC, que teve de rever seus conceitos.
Aí vem a longa novela que inclui Inovar-Auto, que premia (ou seja, tira impostos) quem montar fábrica no País. E assim, no segundo semestre do próximo ano teremos o primeiro sino-baiano do mundo saindo da fábrica de Camaçari: segundo Sérgio Habib, o míster JAC no Brasil, um carro derivado do J3, só que projetado especialmente para a nacionalização. Enquanto o J3Br não chega, a empresa vai atualizando sua linha, como acontece agora com o monovolume J6, que ganhou frente completa nova (pára-choque, faróis com projetores, capô..tudo. A traseira também mudou, com novo pára-choque, lanterna e vidros laterais, atualizando bem o visual. Talvez o mais importante seja o interior, que tem agora novo painel (foi trocado todo o painel, volante inclusive, não apenas o quadro onde ficam os instrumentos) e ainda as laterais de porta. Inclusive, surgiu uma correção nas portas dianteiras, que tinham uma solução sino-lusitana: os puxadores ficavam muito à frente, perto das dobradiças, e se o carro fosse parado em uma descida, era um exercício de musculação para fechar a porta. Agora há um puxador adicional no centro da porta, bem mais inteligente.
O novo painel (com ponteiros) ficou esteticamente bem agradável, mas novamente a engenharia sino-lusitana atacou: durante o dia é muito difícil de ler a marcação de velocidade. Os números são quase ilegíveis. A JAC promete rápida correção com a troca dos LEDs por outros mais potentes. No entanto, parece que falta na empresa um “pentelho de plantão”, aquele engenheiro crica que só sabe achar defeitos. Apesar de o carro ser bem acabado, recheado de acessórios (agora tem até monitoramento da pressão dos pneus), pequenos detalhes desmerecem o conjunto. Por exemplo, o vidro das portas dianteiras não desce completamente, deixando uns 5 ou 7 mm de vidro para fora dos frisos da porta. A solução não pode ser complexa, mas falta o pentelho para bater o pé e fazer escândalo com detalhes.
Me lembra certa vez que eu e minha mulher entramos num hotelzinho em Key West, a paradisíaca ilha no extremo sul do Estados Unidos. Era tudo perfeito, lindo, super-arrumado, toalhas rendadas milimetricamente acertadas nas mesas...Falei para minha esposa: “Que mulher caprichosa que arrumou tudo isso”. E ela, sabiamente, respondeu: “Isso não é coisa de mulher, uma arrumação dessas só pode ter sido feito por gays”. Ela acabou de disser isso e entraram dois rapazes, claramente um casal, cheio de gentilezas para nos atender. Enfim, na JAC falta um engenheiro gay (no bom sentido), detalhista e pentelho para caçar pequenos detalhes de projeto e acabamento. Aliás, não é só na JAC: pare para olhar detalhes de carros nacionais, principalmente os mais baratos. (Nota do redator: sou apenas detalhista e pentelho, minha opção sexual é a mais antiga possível, dos tempos de Tio Adão e Dona Eva).
Voltando de Key West e do Jardim do Paraíso, o J6 está bem bonitinho e correto para andar. Não chega a ser brilhante, uma vez que o motor é um pouco limitado para carregar uma tonelada e meia (exatos 1.500 kg de peso). O 2,0 16V, DOHC, rende 136 cv a 5.500 rpm e 19,1 m·kgf a 4.000 rpm, o que é pouco para quem gosta de alegria ao acelerar. Mas, dá para o gasto, sendo inclusive bastante pão-duro. Rodamos 220 km, ida e volta no Guarujá com algumas “perdidas” de rota, gastando apenas um quarto de tanque. Só que o J6 — concorrente de Fit, Idea, Spin e similares — tem versão para sete lugares e a de cinco tem porta-malas para 720 litros, “o maior da categoria”, segundo a empresa. Coloque cinco marmanjos, 720 litros de cacarecos no porta-malas e vá subir a serra: 19 “quilos” de torque não puxam nem os engradados de cerveja (vazios, é claro) serra acima.
Outra mudança sutil foram nas rodas: saem os aros de 17 polegadas e chegam os de 16. Segundo Habib, as rodas 17 geravam muitas reclamações dos consumidores. Como sempre digo, o Brasil ainda é país para aro 13 e com pneus “ombrudos”. É muito buraco para rodas veadas (quero dizer, gays, no bom sentido). São lindas, ajudam em ótimas estradas, mas amassam só de olhar para estrada ruim. A JAC jura que nada fez na suspensão do J6 que focinhava após lombadas e raspava a frente, graças a amortecedores com pouca carga e um grande balanço (massa à frente do eixo dianteiro). Mas, esta tendência de “cumprimentar” a lombada com uma raspada no asfalto quase desapareceu. Como disse no começo, a JAC sofre com o IPI a mais, que só vai melhorar com a nacionalização da linha em Camaçari. Assim, o preço do J6 não chega a ser uma pechincha, mesmo considerando ser um monovolume full de equipamentos: R$ 58 mil para o cinco-lugares e R$ 60 mil para o sete-lugares. E continua faltando uma versão com câmbio automático, já bastante requisitado nesta categoria.
Sobre a fábrica de Camaçari, já surgem alguns fatos curiosos, revelados por Sérgio Habib. Inicialmente se acreditava que o primeiro produto baiano seria o caminhãozinho T140, para três toneladas de carga. Mas Habib afirma que o melhor é começar com um produto de maior escala e aí vem o J3Br, com nova carroceria e linhas “feitas para agradar os brasileiros”. Ou seja, um carro inédito, que possivelmente vai ser feito depois na China, e que vai usar boa parte da mecânica do J3 atual, que em alguns meses será flex. Até agora, apenas o J3 S JetFlex, o esportivinho da linha com motor 1,5 do J5, tinha esta particularidade de queimar gasolina e/ou álcool. Mas o JetFlex anda meio sumido. E a fábrica baiana vai ter inclusive estamparia, por um motivo muito simples: custo. Claro que uma peça estampada na China tem preço menor. Lá na China. Mas, quando se tem de colocar óleo para proteção contra maresia (são semanas no mar), embalar direitinho e mandar para o Brasil, o panorama é outro. Quando chega aqui, a peça deve ser desembalada, o óleo retirado com capricho (para não atrapalhar soldas e pintura) e tudo com o maior cuidado para não amassar o componente estampado antes de montar o carro: aí o custo é outro e daí que fica mais barato estampar no Brasil.
Antes disso, mais no final deste ano, deve chegar a van T8, uma concorrente da Kia Carnival e Chrysler Town and Country. A T8 (chamada de Refine na China) é mais voltada para transporte executivo, tipo hotel–aeroporto, com oito lugares, e deve custar entre R$ 90 e 100 mil, bem menos que as concorrentes, que começam nos R$ 140 mil.
Além de entender muito de mercado e dos consumidores (ele anda pelas concessionárias só para escutar os “fregueses”), Habib adora gráficos e números. Ele acredita que o mercado vai crescer 2% em 2013 principalmente devido a dezembro, teoricamente último mês de IPI reduzido, o que deve motivar os consumidores com os bolsos mais recheados pelo 13º salário. E quando perguntado sobre qual o carro mais vendido no Brasil, a resposta de Habib é "Não é Gol, é o carro usado”. Enquanto nosso mercado deve fechar 2013 com 3,7 milhões de carros 0-km vendidos, no mesmo período vão ser comercializados 11 milhões de usados, 2,7 vezes mais que os novos.
Vocês sabiam disso? Eu, não.
FONTE: Blog Auto Entusiastas
avatar
Endil Melo
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 2802
Data de inscrição : 16/12/2011
Localização : Sorocaba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por Myll2013 em Ter Nov 05, 2013 10:41 am

Texto sensacional, gostei bastante da forma de expressão do rapaz, onde ataca realmente o que o carro tem de "negativo", mas que são pontos negativos variáveis, onde pode ser para mim e para outrem não. Mas é isso ai, a JAC está indo de vento em popa, só que mês passado, perdeu em volume de vendas para a CHERY e pelo jeito, este mês irá perder de novo. ^^

Myll2013
Realizando aulas de carro...
Realizando aulas de carro...

Mensagens : 139
Data de inscrição : 11/06/2013
Idade : 28
Localização : Natal - RN

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por pangadaywalker em Ter Nov 05, 2013 10:56 am

Volume de vendas varia, vamos ver se nos proximos meses existe uma variacao. 

Vide HB20 que hora eh lider hora nao. Grand siena idem... e por ai vai.

_________________
Visite também:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
pangadaywalker
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 4491
Data de inscrição : 25/02/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por miojobob em Ter Nov 05, 2013 11:19 am

É sério que o preço da J6 nova está 58-60 mil ? Eu pensava que fosse 55-58 Oo

miojobob
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 358
Data de inscrição : 23/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por pangadaywalker em Ter Nov 05, 2013 11:20 am

Na CSS de Curitiba tem um agio ferrado. Nao sai por menos de 62k. 

Absurdo... 

Nao vai vender mesmo.

_________________
Visite também:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
pangadaywalker
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 4491
Data de inscrição : 25/02/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por miojobob em Ter Nov 05, 2013 11:30 am

Totalmente insano então, tendo concorrentes com valor menor.

miojobob
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 358
Data de inscrição : 23/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por G.Rhoden em Ter Nov 05, 2013 12:36 pm

Aproveitando o texto do AE, quero passar a impressão da minha J6, que já está comigo a 3 semanas, e ainda não tive tempo de escrever o que tinha achado dela. Regra geral, gosto muito do carro: espaçoso, imponente, lindão. Mas algumas coisas deixam muito a desejar e pra mim, os pequenos detalhes fazem enorme diferença. Nem entro no mérito mecânico, por que basicamente entendo dos 3 pedais, ainda que deles sinta uma enorme diferença do meu antigo Clio RT. É como se eu tivesse uma charrete puxada por um Manga-larga. Mas isso não chega a me incomodar. Minha vida agora necessita da charrete e estou satisfeito com ela. Acho que pontos positivos são bem fáceis de encontrar e tenho impressão de que são quase unanimidade entre nós, usuários. Mas talvez os negativos não. Não tenho intenção de impor meu ponto de vista, mas quem sabe expurgar um pouco do que vejo a cada partida da ignição. Numa outra ocasião vou listar o que acho muito legal no carro e elas existem.

**
Minha vida inteira usei Mac, ao invés de PC. Fiz essa escolha porque me agrada a idéia de ter um produto exaustivamente pensado, para serem usadas e serem vistas. Uso Macs desde a época em que Steve Jobs já não comandava a equipe de design na Apple, quando os produtos eram apenas um arremedo do que são hoje, visto que não passavam por seu "crivo".
**
Quando vi um J6 pela primeira vez, num anúncio do iCarros, pensei: é esse que eu quero. Eu buscava um Scenic, ou um Picasso, por conta do espaço e dos tais cintos de 3 pontas nos bancos traseiros (tenho 3 filhos) e algum estilo. Mas quando vi o carro ao vivo, não tive dúvidas: era meu "mac". Me atendia no espaço, tinha estilo, era uma beleza por fora....
Mas por dentro.... quanta decepção. A primeira impressão sob a lataria, é a quantidade de parafusos e porcas expostos, sem nem levar uma "tintinha" sobre eles. Me chama a atenção também a ergonomia. Parece coisa de "fresco", como diria o autor do texto acima, mas facilitam o dia a dia quando estão lá. Quando não estão, são apenas toleráveis, como é o caso do puxador da porta. Não tem outro jeito, puxa-se com o que tem. O mesmo eu digo do botão para ligar o ar-condicionado e o outro para desligar: longes um do outro e de tamanhos diferentes, confundem a cabeça obrigando-nos a olhar pro painel, o que acho desconfortável (certo, certo, depois de 2 anos a gente se acostuma). O apoio do braço parece uma cortesia. Parece, porque praticamente nada cabe dentro dele, e em determinadas situações, atrapalham o manusear do câmbio. Porta-luvas idem: a linda e organizada pastinha dos manuais não cabe totalmente dentro dele, pois fica sobre puxador embutido, que é enorme. E o que dizer do "relógio" sobre o painel? É como colocar um despertador de camelô na torre do Big-Ben. Os bancos, pra mim, são a pior parte. Embora tirá-los seja uma grande conveniência, experimente precisar fazer isso sem lotar sua garagem (se tiver uma com espaço) com eles. Rebatê-los e prendê-los no encosto da frente com uma fita, sem dúvida me causa vergonha alheia. Nunca vi nada tão tosco, juro. Muitos podem dizer: "ah, mas não teria outro jeito". E eu respondo: teria sim, pensando. É para isso que são pagos os designers, e é para isso que eles existem. Engenheiros devem se preocupar com outras coisas, entendem? "ah, mas vai encarecer o produto."... Sinceramente, não acho que o J6 seja barato. Todos sabemos que carro no Brasil é caro por excelência. Uma coisa é o preço de mercado, outra bem diferente é custo de produção. O J6 está longe de custar quando pagamos por ele, a menos que estejam pagando engenheiro para fazer o trabalho do designer, cobrando por serviço "duplo". A impressão que tenho, é que gastaram (muito bem gasto) contratando um designer para fazê-la por fora, mas quiseram economizar com um engenheiro para fazê-la por dentro.


Então, discordando do autor, não acho que faltou um engenheiro detalhista ou gay a caça de detalhes. Ele simplesmente não deveria estar lá. Na prática, a Jac não é a Apple e o Habib nem pensa em ser como Jobs.
avatar
G.Rhoden
Completou 18 anos...
Completou 18 anos...

Mensagens : 63
Data de inscrição : 02/10/2013
Idade : 44
Localização : Niterói

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por pangadaywalker em Ter Nov 05, 2013 1:01 pm

No caso do tamanho do encosto de braco se voce vir no meu blog reclamei logo que comprei. Realmente nao cabe nada dentro e nao uso para nada. Pior que o do J5 é perfeito. Cabe tudo e mais um pouco. Achei que a versao nova da J6 iriam arrumar isso.

Sobre o porta luvas nao guardo nada alem do manual mesmo mas realmente se precisar colocar algo maior como um gps e toda a parafernalia vai ser dificil. 

Rebater o banco nao tenho vergonha nao. Nenhum outro carro tem um sistema muito diferente e quase nao faco isso. Nao conta pontos para mim. 

Sobre o encosto de braco prejudicar a troca de marcha, como tenho 1,92cm consigo fazer a troca de marcha sem desencostar o cotovelo do apoio o que para mim é perfeito pois fico mais confortavel. Smile

De resto pelo menos na J6 antiga nao reparei em tantos parafusos assim, mas uma coisa que acho muito feia mesmo por exemplo quando se abre totalmente o porta luvas aparece o fundo do carro sem acabamento nenhum. Isso sim foi uma falta de engenharia tremenda. De resto como vim de um Siena, o acabamento é muito melhor do que o carro que tinha, vide o tecido usado no piso do carro que do Siena parecia que ia rasgar a qualquer momento e no J6 é um tecido grosso e de qualidade. 

Mas uma coisa eu concordo (e quando comprei o carro já sabia) a JAC não é uma Apple mas tb nunca teve pretenção de ser. Repare que se quisesse viria com o carro original da China que se voce ver no meu Blog tem muitas coisas retiradas (ajuste eletrico do banco, central multimidia, computador de bordo, etc, etc). 

Abs

_________________
Visite também:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
pangadaywalker
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 4491
Data de inscrição : 25/02/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por G.Rhoden em Ter Nov 05, 2013 1:22 pm

kkkk... verdade! Tinha lido justamente no seu blog sobre o porta-trequinhos! Mas quando eu li, ainda não tinha o carro!! Sobre a distância do câmbio, também comprovei depois de já ter lido sobre isso justamente no AE, no texto do Bob Sharp.

Na verdade, não quis mesmo comparar a Jac com a Apple como um todo. Assim como não queria entrar no mérito de outros carros ou modelos. Eu achava a Renault insuperável no quesito acabamento e design, até começarem a fabricar o Sandero e o Logan Smile .

Mas como o slogan da Jac é "inesperado", senti um pouco de frustração por ter visto mais soluções previsíveis do que inesperadas, entendem? Acho que se a idéia do marketing era desfazer a idéia de que é um carro chinês, mas não "xing ling", a campanha acerta, pero non mucho. É até difícil aceitar que o rádio não leia as tags dos mp3, como você foi observado. Até os "aipods" de 1,99 as lêem!!! Mas um carro chinês de 50k podia fazer algo mais do que simplesmente "tocar" mp3, não acham?
avatar
G.Rhoden
Completou 18 anos...
Completou 18 anos...

Mensagens : 63
Data de inscrição : 02/10/2013
Idade : 44
Localização : Niterói

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por pangadaywalker em Ter Nov 05, 2013 2:12 pm

Isso tb comentei no comeco do meu blog. De inicio realmente eu achava um absurdo e ficava pensando se nao era eu que estava fazendo algo de errado. Realmente hoje como voce falou eu acostumei (ate por que nao tem o que fazer ne). 

Realmente, e nos aqui todos ja falamos isso, a JAC faz umas economias porcas impossiveis de se entender.

Como eu sempre comento, tirar o CPU de bordo de um carro que já tinha??? Nao imagino como ate agora mexer numa linha de producao pronta para tirar este item gere algum tipo de economia.

_________________
Visite também:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
pangadaywalker
Possui CNH...
Possui CNH...

Mensagens : 4491
Data de inscrição : 25/02/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A J6 de cara nova. Muito bem escrito, parabéns ao autor.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum